FANDOM


Á Mamãe, com carinho. Parte 2: A Operação Vil.

O calor e cheiro de enxofre da Península do Fogo do Inferno começa á tomar conta da solitária torre, Annie se pós á frente de Ravena, com suas lágrimas incessantes e sou olhar melancólico e sombrio de sempre, isso já se tornou banal para ela, afinal. Ravena prepara a mesa de operações, posicionando estrategicamente várias seringas e agulhas para facilidade do manuseio, ela tenta inutilmente limpar suas lágrimas e esquecer preocupações, será uma operação altamente arriscada. Seu coração bate muito forte, um frio sobe a penosa espinha da arakkoa, seu sangue gela e ela se vira, mas de olhos fechados, não consegue encarar a Annie. Depois de muito hesitar, Ravena abre os olhos, lentamente pegando a gnomida no colo, e suavemente a colocando em cima da mesa de operações, com algumas cordas, Ravena amarra suas mãos e pés, de modo que a gnomida não consiga se mexer de maneira alguma. Após comprovar tal fato, a arakkoa prossegue com a operação, tentáculos são originados da crina sombria de Ravena, eles então se dirigem á mesa de ferramentas atrás da mesma, pegando uma enorme faca e uma agulha muito grossa. Os tentáculos então levam as macabras ferramentas ás garras da arakkoa, que levanta a manga do braço direito da Annie, enfiando a agulha com aproximadamente 1 centímetro de grossura e uns 5 centímetros de comprimento. Ela coloca a agulha lentamente, e usando um medicamento para amenizar a dor, porém é inútil, Annie grita de dor, seus olhos derramam lágrimas incessantes, mesmo para sua pele demoníaca é difícil aguentar tal ferramenta.

Ravena limpa as lágrimas, é difícil para ela machucar a garotinha, ela então sussura em seu ouvido "Annie, isso não vai doer mais, eu prometo pra você..." Sua doce voz é atrapalhada por seus soluços e choro, não se sabe quem está chorando mais. Annie então, mesmo com a cara feia por causa da dor, ela tenta sorrir e calmamente, com uma voz triste e quase morta ela diz: "Ravena... eu sou grandinha... eu sei que vai doer muito.", o coração da arakkoa derrete e se quebra em mil pedaços ao ouvir essas palavras, depois de alguns segundos de paralisia, ela volta á se mecher, acoplando um cano muito grande na outra extremidade da agulha no braço direito da gnomida, Ravena então abre a blusa de Annie, e retirando seu sutiã, a arakkoa então pega a faca e fecha os olhos por alguns momentos, seu sangue gela e seus pensamentos pesam, ela não consegue reagir, ela não consegue fazer isso... Ela então se lembra de uma poção para fazer Annie dormir, e esquecer da dor. Lentamente ela coloca a faca em um dos tentáculos, em seguida ela tira duas ampolas da cintura e começa a misturá-las, depois de muito remecher, uma mistura rosa é originada de várias poções, ela então coloca a ampola calmamente nos pequenos lábios de Annie, fazendo-a beber a poção. Alguns momentos depois, a gnomida apaga. Hora de prosseguir com a operação.

O tentáculo novamente entrega a faca para a arakkoa, que enfia calmamente a faca na pequenina, abrindo seu peito e deixando seus órgãos internos á mostra, Ravena não reage, não por causa dos órgãos, mas sim por causa que é a sua pequenina filha adotiva ali deitada, seu coração pesa e ela hesita em suas ações, "Um erro... um só... e ela morre... eu NÃO tenho o DIREITO DE ERRAR!!" ela murmura para sí mesma. Ela então encara o coração demoníaco de Annie, que bombeia sangue vil e o espalha por suas veias. Os tentáculos se dirigem novamente á mesa dos horrores, pegando um pote ensanguentado, um deles abre o recipiente e o estende para a arakkoa, que lentamente retira seu conteúdo, um coração em perfeito estado. Ravena encara o órgão com um frio no olhar, ela é forte, ela aguenta ver essas coisas. Ela o examina, conferindo seu estado, assentindo em aprovação, em seguida ela o guarda e os tentáculos fecham o pote e o devolve para a mesa.

----------Atenção : Apartir daqui vai ficar um pouco pesado-------------

Os tentáculos, aproveitando a viajem á mesa, retiram um bombeador, ligado á uma grande máquina toda ensanguentada, levam então o mecanismo para sua mestra, que o examina e em seguida o coloca no buraco no peito da jovem gnomida, que ainda está desacordada. Ela então pega vários fios da extremidade do mecanismo e, com pequenas agulhas neles, os prende as veias de Annie. "Finalmente acabou a parte fácil" -novamente a arakkoa sussura para sí- Ela então liga o mecanismo na agulha no braço direito de Annie, que começa á drenar seu Sangue Demoníaco lentamente, quase que ao mesmo tempo ela liga o bombeador, que derrama Sangue Comum nas veias da mesma, porém agora Ravena tem que ser rápida, ela então pega sua faca e começa á desligar o coração demoníaco de Annie, os tentáculos rapidamente vão buscar o pote e, com uma agilidade fenomenal, eles abrem o pote e retiram o coração mortal, o sangue vil da gnomida começa á jorrar para fora de seu peito, sujando a roupa e as penas de Ravena, ela então faz um último corte, desligando totalmente o coração demoníaco de Annie. Ravena então o pega e o coloca dentro do pote, ao mesmo tempo em que retira o coração mortal. "Mais... rápida!!" -Ravena sussura essas palavras com tanto amor em seu olhar, e sua doce voz melosa acalmam o momento- Ela lentamente coloca o coração bom no peito da pequenina. Mais três tentáculos aparecem da sombria crina de Ravena, cada um pegando uma grande poção de cura em cima da mesa, eles então rapidamente derramam as três substâncias no peito aberto de Annie, enquanto Ravena, já sem a faca, junta as artérias e veias e as ligam ao coração novo. As poções de cura concentradas fazem o trabalho de curar as veias e as ligando ao coração novo. Por alguns momentos ele não bate. Então Ravena ainda deixa o bombeador ligado, ele é o coração temporário de Annie. Ravena então evoca sombras e tenta curar o coração, tentando animá-lo. "Eu NÃO VOU... PERDER VOCÊ!!" -o grito da arakkoa rasga o local, seu pêsar e fúria nas palavras é tocante, se houvessem testemunhas, elas sentiriam a dor da pobre mamãe arakkoa-.

Depois de alguns segundos de cura, o coração começa á bater, Ravena então sorri e desliga o bombeador. Annie está viva, a operação foi um sucesso. As últimas doses de sangue vil são removidas, e sangue normal começa á ser sugado pela agulha, percebendo isso, Ravena retira rapidamente a agulha, tentando estancar a ferida. A arakkoa então, vai á sua mesa e retira algumas agulhas menores, junto com fios e junta o peito de Annie novamente, em seguida começa a costura.

Após o término... Ravena limpa a mesa e recolhe os tentáculos que voltam para a escuridão, o novo coração da gnomida está funcionando perfeitamente, sangue normal está correndo por suas veias. "Eu... consegui... eu ... curei ela..." -murmura Ravena, ofegando e limpando o suor em sua testa, enquanto sorri levemente-. Ela então se levanta e veste Annie, em seguida ela pega a mesma e a coloca em um pequeno berço que ela guardava, em seguida Ravena levanta voo, segurando o berço com suas garras traseiras, e voando em direção á Madeireira do Vale do Leste.

---------------FIM DA SEGUNDA PARTE.... Vai ter a terceira, Espero que tenham gostado, eu tentei amenizar um pouco o conto, antes ele estava BEM mais detalhado em questão á operação, e eu tive que reescrever várias e várias vezes até chegar em um ponto em que eu achava ideal. Por isso demorou pra sair hehe... Esperem pela terceira!! See Ya! \o/ ------------------------------------------------

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.