FANDOM


Á Mamãe, com carinho:

A FÚRIA DO INFERNO.

Essas imagens vem a mente de Annie como um devaneio, seus belos chifres apontam incessamente para o céu, seus olhos fechados se lembrando da operação não derramam uma lágrima sequer... seu coração arde em fogo vil, em suas mãos, jás "Avool" , sua adaga mágica. Ela fica em frente á "Mao de Gul'dan" em Terralém. Ela abre um sorriso psicótico, atrás dela dois demonarcas guardam suas costas. Seus cabelos brancos se jogam ao vento quente do Vale da Lua Negra, sua voz demoníaca ecoa por todo o local, até o mais poderoso demônio de lá treme ao ouvir seu chamado. As asas de Annie planam pelo local, seu belo sorriso.. Ah... que lindo sorriso, seus dentes afiados se encontram e completam... Sua língua passa entre eles, os lambendo incessamente...Seus lábios muito vermelhos combinam com sua roupa.

"Xoroth será vingada... meu coração arde em fúria demoníaca... Meu sangue vil clama por justiça! Morte á Legião! Eu salvarei Azeroth e meus amigos... Eles viraram as costas pra mim... Mas eu irei ajudá-los... Azeroth será livre!.... Demônios da Legião... Eu sou sua Mestra.... Quebrem suas algemas... aqueles que quiserem me seguir, serão bem vindos... os que recusarem tal oferta, SAIAM DA MINHA FRENTE!." -Grita Annie, com fervor e ódio em suas palavras-.

Dito isso, alguns demônios se libertam das forças remanescentes de Illidan, gritando em protesto e levantando os punhos, os demonarcas se agitam intensamente, seus olhos queimam como o fogo do inferno, A Mão de Gul'Dan derrama lava vil montanha abaixo, Annie olha para trás, vendo tudo aquilo e se mantém séria. Ela então se volta á multidão que se forma em sua frente. "Azeroth... você pode criticar meus métodos... mas não poderão criticar meus resultados..." -murmura Annie, com seriedade no olhar-. Ela então fecha os olhos e começa á drenar a magia dos demônios á sua volta. Eles reconhecem Annie como uma igual, sendo assim eles não reagem.

Após alguns momentos de poder, ela ainda com os olhos fechados reclama aos demonarcas :"Só isso!? Eu quero mais!.". Um grande Demonarca se aproxima de Annie e se ajoelha, tentando olhar para ela olho-a-olho, mas ela se mantém com os olhos fechados. Sua boca começa á se abrir e a voz demoníaca do Demonarca ecoa na cabeça serena de Annie. " E Oque... Pequenina Renegada... pretende nos dar em troca!?". Annie sorri, ainda sem abrir os olhos, e diz :"Poder... Sacrifical...O Mais delicioso tipo de poder..." -Troca diz, lambendo os lábios vermelhos.- O Demônio sorri e oferece seu poder á ela. Um clarão verde ocorre, Annie se ruboriza, suas asas tremem no ar, seus chifres brilham em um verde vil poderosíssimo. Após o demônio ser consumido, ele cai no chão, sem poder.

Sangue vil escorre por suas órbitas e então, ela finalmente abre os olhos, eles brilham com um intenso verde vil, porém ela não sorri, o poder não aquece o coração da pobre gnomida. Ela levanta vôo pousando em frente ao altar de Gul'dan. Ela tira uma bonequinha da bolsa e a encara por alguns instantes. Após muito pensar ela abraça a pequena bonequinha... "Tudo... vai ficar bem... Ana...", Annie chora um pouco mas logo se volta á seriedade. "Nalice... Jynnie... eu amo tanto vocês duas... eu prometo que lutarei por vocês. Ayden ... Miguel... Ravena... Lee--" -Hesita por um momento, mas logo ela continua- "Leelah não... Mamãe... eu te amo Mamãe... Mesmo você tendo desistido de mim em Dalaran... eu não desisti de você...Eu te amo Leelah... Eu te amo... Mãe..." -Após dizer isso, ela abraça a bonequinha Ana novamente, mas dessa vez ela chora incessamente- "Demônios... podem... amar.... Demônios... podem... chorar...".

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.